quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Teste a Sua Dicçao




Teste a sua Dicçåo...

TEM BOA DICÇÃO?

ENTÃO LEIA, DE PREFERÊNCIA EM VOZ ALTA

NÍVEL FÁCIL:
1. Xuxa! A Sasha fez xixi no chão da sala.
2. O rato roeu a roupa do Rei de roma a rainha com raiva resolveu remendar.
3. Três pratos de trigo para três tigres tristes.
4. O original nunca se desoriginou e nem nunca se desoriginalizará.
5. Qual é o doce que é mais doce que o doce de batata doce? Respondi que o
doce que é mais doce que o doce de batata doce é o doce que é feito com o
doce do doce de batata doce.

NÍVEL MÉDIO:
1. Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não
sabemos, ambos saberemos se somos sábios, sabidos ou simplesmente saberemos
se somos sabedores.
2. O tempo perguntou ao tempo qual é o tempo que o tempo tem. O tempo
respondeu ao tempo que não tem tempo para dizer ao tempo que o tempo do
tempo é o tempo que o tempo tem.
3. Em baixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto
pia!
4. A sábia não sabia que o sábio sabia que o sabiá sabia que o sábio não
sabia que o sabiá não sabia que a sábia não sabia que o sabiá sabia
assobiar.

NÍVEL DIFÍCIL:
1. Num ninho de mafagafos, cinco mafagafinhos há! Quem os desmafagafizá-los,
um bom desmafagafizador será.
2. O desinquivincavacador das caravelarias desinquivincavacaria as cavidades
que deveriam ser desinquivincavacadas.
3. Perlustrando patética petição produzida pela postulante, prevemos
possibilidade para pervencê-la porquanto perecem pressupostos primários
permissíveis para propugnar pelo presente pleito pois prejulgamos pugna
pretárita perfeitíssima.
4. Não confunda ornitorrinco com otorrinolaringologista, ornitorrinco com
ornitologista, ornitologista com otorrinolaringologista, porque
ornitorrinco, é ornitorrinco, ornitologista, é ornitologista, e
otorrinolaringologista é otorrinolaringologista.
5. Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos. Seis
paralelogramos tem um paralelepípedo. Mil paralelepípedos tem uma
paralelepipedovia. Uma paralelepipedovia tem mil paralelogramos. Então uma
paralelepipedovia é uma paralelogramolândia?

NÍVEL IMPOSSIVEL:
Verbo Tagarelar no Futuro do Pretérito
Eu tagarelaria
Tu tagarelarias
Ele tagarelaria
Nós tagarelariamos
Vós tagarelarieis
Eles tagarelariam

Este é um exercício de dicção, vejam se não tem piada! É para ler depressa do 1 ao 21

1 - Comprei por um pinto em prata, que não há preço mais módico, uma pipia, uma prata, um pote, um pente, um periódico

2 - À boca do beco, na bica do belo, um bravo cadelo, berrava bau-bau

3 - O rato roeu a rolha da garrafa do Rei e da Rainha da Rússia

4 - Um Tigre, dois Tigres, três Tigres

5 - Se o Arcebispo de Constantinopla se quisesse desconstantinoplizar, só se desconstantinoplizaria se Constantinolpla se desconstantinoplizasse

6 - Em cima da sebe densa, papa a Pêga a fava seca. Porque papa a Pêga a fava e não papa a fava a Pêga?

7 - Debaixo da Pipa está uma Pita. A Pipa pinga e a Pita pia. Pia a Pita pinga a pipa. Pinga a Pipa pia a Pita

8 - Achei um ninho de Mafalagrifa com cinco Mafalagrifofinhos. Quando a Mafalagrifa veio já os cinco Mafalagrifofinhos tinham feito uma Mafalagrifofada

9 - As suas saias cinzentas são sedosas

10 - Uma velha Firinfinfelha de marincuntelha com sua filha Firinfinfilha de maracutilha
foram ao circo Firinfinfirco de marincuncirco. A filha Finrinfinfilha de marincuntilha gostou do palhaço Finrifinfaço de marincuntaço. Mas a velha Finrinfinfelha de marincuntelha deu um fiasco Firinfinfasco de maricuntaço pegando na filha Firinfinfilha de marincuntilha, quebrou-lhe o braço Firinfinfanço de marincuntaço

12 - Uma goiaba verdolenga quem desverdolengá-la um bom desverdolengador será

13 - Sofia voçê sabia que o sábio não sabia que a sabiá não sabia que o saibá sabia a assobiar?

14 - Sou um original que não se deseroginalisará, nem quando todos os originais estiverem desoriginalizados

15 - Sabendo o que sei e sabendo o que sabes e o que não sabes e o que não sabemos ambos, saberemos se somos sábios ou simplesmente sabedores

16 - Essa pessoa assobia enquanto amassa, e assa a massa e faz passoca

17 - Debaixo daquela pipa tem um pinto, pia o pinto, pinga a pipa, a pipa pinga, o pinto pia

18 - Porco crespo tôco preto, pau preto, pão preto, onde digo digo, não digo digo, digo Diogo

19 - Um tigre, dois tigres, três tigres, tire o trigo dos três tigres

20 - O menino deu trigo ao tigre, e tigre comeu todo o trigo. Trazei três pratos de trigo para três tigres

21 - Um ninho de mafagafo com cinco mafagafinhos quem desmafagar o ninho do mafagafo, bom desmafagafador será

A dicção, é, segundo a sua natureza:

maneira de dizer; expressão; vocábulo; pronúncia.'

Considera-se a dicção, como a forma de nós falarmos com as outras pessoas; Trata-se do nosso vocábulo; Trata–se da nossa pronúncia; Trata–se ao tipo de som que nós emitimos, variando de pessoa a pessoa; Refere–se à nossa maneira de dizer; Refere–se à expressão.

Para se ter uma óptima dicção é preciso saber dizer bem e claramente, sem deixar dúvidas do que se disse nem da intenção com o que se disse. Significa obter um recado inequívoco tanto do ponto de vista gramatical como do ponto de vista articulatório.

A boa dicção: Respeita a estrutura gramatical e fonética da língua; Não usa abreviações; Não usa qualquer tipo de gíria; Não aglutina sílabas; Não “come” as palavras; Sabe fazer ligações, seguindo as regras da fonética; Aumenta o rendimento e produtividade à voz falada;

Quanto às suas características: Compreende o respeito da pronuncia; Sabe dizer bem a última sílaba da frase; Distribuí bem o tempo; Serve-se das inflexões vocais e adapta – se ao timbre, qualidade e imagem que descreve; Adorna a voz como força e doçura, bem como valer do silêncio intencional.

Num exercício de dicção, que englobe estrofes de um poema: Cada estrofe deve ser lida calmamente. Primeiro é preciso dizer correctamente aquilo que se lê. Num segundo momento, depois de já se ler as estrofes com alguma segurança, deve-se tentar dar a entoação e o ritmo, sempre juntamente, que parecerem mais adequados para cada texto. A dicção é, assim, um bom exercício para a revitalização pessoal.

5 comentários:

Paulo Sempre disse...

Não passei no teste....

Anônimo disse...

ta difícil em HASUHA

Anônimo disse...

fiquei na dúvida se tenho má, muito má ou nem um problema de dicção. Melhor seria se tivesse como atribuir notas. Por exemplo de 0 a 10.Nos primeiros níveis cometi três erros, e no último errei mais.
Apesar de todos gostarem dos meus seminários,e o professor de psicologia gostar da minha leitura,inclusive mim chamava de "leitora oficial" um dos meus professores do estágio colocou em minha ficha de avaliação como má dicção e escrita.Só tomei conhecimento depois que acabou o curso e fui até a escola pegar meu diploma e histórico pra dar entrada na carteirinha do COREM. Minha letra é feia mesmo,porém não concordo com a "má dicção".Isso pode me trazer prejuízo no mercado de trabalho? Um professor pode colocar isso dessa forma ou só um fonoaudiólogo poderia afirmar? tenho sotaque,sou do interior de minas,não estaria ela confundindo sotaque com má dicção? Grata! Edislene

Èzio Victor disse...

Bem difícil, mas adorei vou compartilhar esse link, assim que "aparecer novamente uma nova rede social"

Até mais ótimo BLOG

Anônimo disse...

Muito bom, fui mais ou menos.