domingo, 27 de janeiro de 2008

O telefonema que provou o estado do socorro em Portugal


O VÍDEO POLÉMICO DA SEMANA!! ... A Nossa Assistência Médica Urgente .... O telefonema que provou o estado do socorro em Portugal...

Vejam este vídeo que retrata uma situação devida da incompetência dos nossos governantes.... Incrível mas verdadeiro!!!!Bem Morremos Todos!!!

http://clix.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/225729

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

E , eu acrescento ...

... os cravos, são as flor que menos me emocionam... mas muitos e, de muitas cores, com toda a certeza me fascinam. Já imaginou, um grande ramo de cravos de todas as cores com todos os tons?? Isso sim seria a verdadeira democracia??!!!
..... mas quem é o revolucionário, o que se manifesta mas não faz a revolução? O que é uma revolução? Revolucionários são os que participam nela está claro, mas os que dizem palavras apenas ou apenas palavras escrevem ? Também são revolucionários? A vida é uma peça de teatro, composta por uma amplitude ambígua de participantes activos. Todos desempenhamos um papel que podemos transformar em papelão se formos cada dia melhores e mais perfeitos... os revoltados, que eu saiba, tornam cada vez mais imperfeito o mundo à sua volta... porque falam falam mas não dizem nada.... ou dizem dizem mas não fazem nada. Geram imperfeição e mau estar ..... São esses, os maus governantes, os maus líderes, os maus escritores, os maus pais, os maus filhos, os maus amigos, os maus funcionários, os maus actores, os maus políticos, e todos os maus que possamos imaginar e que por aí vemos , mas que têm sempre a certeza que são bons..... aí reside um dos grandes equívocos da sociedade.... E, eu acrescento::: Tenho pena que existam pessoas ainda, ... sem saber o que dizem, ... pessoas são pessoas... devemos culpar a sociedade negligenciante , o poder em geral, que não corresponde e nem preenche nunca as necessidades urgentes das populações, e vai daí, certas pessoas provocam a liça, os falatórios como se de uma obra dramaturgica se tratasse...por isso se diz e se vai provando que a vida é uma peça de teatro, e agora que sei mais um pouco acrescentar que se o espírito dramaturgo fosse praticado na íntegra, nunca chegaria haver confrontos violentos e desnecessários entre os homens, mas a verdade e o bom senso, a evolução e o sucesso, de todos, sem excepção seria concretizada e a obra dramaturgica transformava-se então numa peça teatral inesquecível para a evolução da humanidade. .... poderia até chamar-se o Génio da Dramaturgia?
(reservado a direitos autorais por manuel@pinheiro)

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

LESSING

Naturalmente Há sempre e por toda a parte pessoas que por se conhecerem bem a si próprias, não vêem senão intenções ocultas em qualquer empreendimento bom. Poderia dar-se-lhes, de boa vontade descanso de si próprias; mas se as supostas intenções ocultas os trazem aos falatórios, contra a causa em si, se a sua inveja maliciosa, para frustrar uns, se esforça também por fazer falhar os outros: neste caso tem que se saber que são os elementos mais desprezáveis da sociedade humana. Feliz o lugar em que estes infelizes não dão o tom, em que a maioria dos cidadãos bem intencionados, os mantem dentro dos limites do respeito e não permite que o melhor da comunidade seja presa das suas intrigas, e que intenções patrióticas sejam atiradas às garras da sua insensatez . Lessing, Gotthold Ephraim

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

O Louco


Momento de voar

A hora é de arriscar, atirar-se destemidamente na direcção do novo. Ainda que muitas pessoas possam apavorar-se e tentar demove-la daquilo que a sua alma interpreta como um novo impulso criativo, não se incomode. As pessoas falam porque estão viciadas em certezas e seguranças. Mas O Louco, arcano zero do Tarot, vem lembrar que, eventualmente, alguma loucura é mais do que bem-vinda! Ponha a sua vida em movimento e lembre-se que é sempre momento de recomeçar. Evite o medo e não espere que as coisas tenham uma forma “certa” para agir. Vá!

Conselho: Momento de se atirar em novas direcções, sem temor.

  • "O homem lento, mas que não perde de vista seu objectivo, é muito mais veloz do que aquele que vaga sem mirar um ponto fixo." Lessing, Gotthold Ephraim


Os piores amantes do mundo



Mulheres classificaram homens de todo o mundo e consideram os alemães os piores
MAIS:
· · Traiu? Saiba como esconder
· · Mulheres queixam-se mais e são intolerantes à dor
Os homens alemães são os piores amantes do mundo, segundo o resultado de um inquérito feito na internet a cerca de 10 mil mulheres de 50 países.
As mulheres, que se submeteram ao inquérito no site WAYN, com as mesma características do Hi5, classificam os alemães como «egoístas» na cama.
Na segunda posição estão os suecos que são «rápidos demais», seguidos pelos holandeses que são «muito brutos» e os norte-americanos «muito dominantes».
Os amantes galeses aparecem na quinta posição por serem considerados «lamechas». Os escoceses seguem-se na lista e são criticados por serem muito «barulhentos» na cama.
O aspecto físico também pesou na avaliação feminina, o que ditou a décima posição para os ingleses, por serem «gordinhos». Os turcos são «suados», os gregos «mal cheirosos» e os russos «peludos».
No outro lado da tabela, os homens italianos foram considerados como melhores amantes, seguidos dos franceses, irlandeses, sul-africanos, australianos, espanhóis, dinamarqueses, neozelandeses, brasileiros e canadianos.
Os portugueses não constam na lista, logo devem estar algo perdidos no meio dos bons e dos maus, o que poderá significar um resultado mediano para o desempenho dos amantes nacionais.

Miguel Torga


Aqui, diante de mim,
eu, pecador, me confesso
de ser assim como sou.
Me confesso o bom e o mau
que vão ao leme da nau
nesta deriva em que vou.

Me confesso
possesso
de virtudes teologais,
que são três,

e dos pecados mortais,
que são sete,
quando a terra não repete
que são mais.

Me confesso
o dono das minhas horas.
O das facadas cegas e raivosas,
e o das ternuras lúcidas e mansas.
E de ser de qualquer modo
andanças
do mesmo todo.

Me confesso de ser charco
e luar de charco, à mistura.
De ser a corda do arco
que atira setas acima
e abaixo da minha altura.

Me confesso de ser tudo
que possa nascer em mim.
De ter raízes no chão
desta minha condição.
Me confesso de Abel e de Caim.

Me confesso de ser Homem.
De ser um anjo caído
do tal Céu que Deus governa;
de ser um monstro saído
do buraco mais fundo da caverna.

Me confesso de ser eu.
Eu, tal e qual como vim
para dizer que sou eu
aqui, diante de mim!

Miguel Torga

Uma Artista de 4 anos de idade

video

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Tolerância


A tolerância depende de duas outras qualidades: Compreensão e Amor. Quando compreendo que todos estamos aqui desempenhando nossos respectivos papéis e que cada um tem o direito de ser como é, sou capaz de tolerar o comportamento de qualquer pessoa, por mais provocativo que seja. Se alguém está errando e não faz nada para mudar essa atitude, só posso ter misericórdia. Se ele está se empenhando em transformar o erro, só posso ter respeito. Tolerância é o amor que oscila entre misericórdia e respeito.
Ken O'Donnell, A paz começa em si. Xim... ximm. Viva a Vida*Viva 2008*

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Corpo e Psicologia do Actor- BOM ANO VIVA 2008

O corpo humano e a psicologia influenciam-se mutuamente.Tanto um corpo subdesenvolvido quanto um muscularmente superdesenvolvido podem facilmente turvar a actividade da mente. Como cada campo e cada profissão são presas fáceis de hábitos ocupacionais característicos, doenças e riscos que afectam inevitavelmente os seus trabalhadores é raro encontrar um completo equilibrio entre o corpo e a psicologia. Mas, o Actor que deve considerar o seu corpo como um instrumento para expressar ideias criativas no palco, deve lutar pela realização da completa harmonia entre o corpo e a psicologia.
Existem actores que apesar de sentirem os papeis profundamente e de os compreender com limpidez cristalina são incapazes de transmitir e expressar a uma plateia essa riqueza interior. Esses maravilhosos pensamentos e emoções ficam como que acorrentados nos seus corpos subdesenvolvidos. O processo de ensaiar e actuar é para eles uma batalha dolorosa contra a sua própria carne demasiado sólida, como disse Hamlet. Todo o Actor em menor ou maior grau sofre uma resistência ao seu corpo. Exercícios físicos são necessários para superar isso , mas devem basear-se em principios diferentes dos usados na maioria das escolas de Arte Dramática, o corpo de um actor deve passar por um tipo especial de desenvolvimento. A própria psicologia deve tomar parte desse desenvolvimento. O corpo de um actor deve absorver qualidades psicológicas, deve ser por elas impregnado de modo que o convertam gradualmente numa membrana sensitiva, numa espécie de receptor e condutor de imagens, sentimentos e emoções de extrema subtileza…
Sob a influência de conceitos materialistas o actor contemporâneo é constantemente por necessidade pura e simples induzido à prática perigosa de eliminar os elementos psicológicos da sua arte e de superestimar o significado do físico. Assim, à medida que se afunda cada vez mais nesse ambiente inartístico, o seu corpo torna-se cada vez menos animado, cada vez mais superficial, denso, e em alguns casos assemelha-se até a uma espécie de autómato da era mecanicista… os nossos corpos podem ser os nossos melhores amigos ou os nossos piores inimigos.

Fonte :: Michael Chekhov

Bom Ano Viva 2008