segunda-feira, 10 de março de 2008

Como melhorar a sua digestão


Acompanhámos o longo e atribulado percurso que os alimentos fazem, depois de ingeridos. Veja o que descobrimos

É uma etapa incontornável no dia-a-dia de cada um de nós e são raras as vezes em que reflectimos sobre ela.
Se pensarmos bem, toda a nossa vida se processa à volta do estômago. Vivemos porque comemos. Só assim temos energia para sermos quem somos.
Mas nem tudo o que ingerimos e digerimos produz as mesmas reacções no organismo. Vale a pena espreitar o modo como se realiza a digestão, perceber o que pode interferir neste processo e compreender por que certos alimentos nos fazem muito melhor do que outros.

O início da viagem
A fatídica viagem dos alimentos começa na boca, onde a saliva, a língua e os dentes lhes dão um primeiro tratamento, químico e mecânico, que os transforma em bolo alimentar. A boca funciona como um processador de alimentos, por isso, mastigue-os muito bem, dando tempo entre cada garfada.
Quanto mais aperfeiçoado e eficaz for o trabalho da sua boca, mais facilitada fica a tarefa dos restantes elementos desta verdadeira linha de produção. Mas não engula água para apressar o processo.
Nesta etapa, os piores inimigos são problemas nos dentes ou nas gengivas. Deve, por isso, tratá-los assim que surgirem.

Rumo ao estômago
Depois da primeira paragem, os alimentos mastigados são empurrados pelos músculos do esófago até ao estômago. Aí, os sucos gástricos, ricos em enzimas e acidez, desfazem cada vez mais os alimentos, transformando-os em quimo.
Esta tarefa pode ser dificultada se comer demasiado, se ingerir alimentos muito condimentados ou de difícil digestão. Tente perceber quais lhe fazem mal e evite-os. Alimentos fritos e açúcares tornam a digestão mais lenta.

Trabalho de equipa
Passado o estômago, o quimo continua a sua viagem para a região pilórica, atravessa o duodeno, onde sofre a intervenção de sucos digestivos produzidos pelo pâncreas e pelo fígado.
Cada vez mais decomposto, e já transformado em quilo, entra no intestino delgado.
A absorção dos nutrientes é feita na sua passagem pelo intestino grosso. Quanto mais saudável e rica for a sua alimentação, mais benefícios trará para o seu organismo.

Um comentário:

Jofre Alves disse...

Passei para ver e apreciar o teu estimado blogue, sempre de grande q~ualidade. Boa semana.